Trânsito

Vereadores debatem mortes e infrações de menores no trânsito em Coelho Neto

Os vereadores de Coelho Neto fizeram uma longa discussão sobre as mortes recentese as infrações de menores no trânsito, durante a Sessão Ordinária desta segunda (02).

A discussão foi iniciada pelo vereador Mohabe Branco (PSD), que levou o assunto para a discussão durante inscrição no Grande Expediente. Ele iniciou seu pronunciamento falando sobre as 03 mortes ocorridas no trânsito nos últimos dias na cidade. Lamentou as perdas, falou da revolta que tem com os infratores levantadores de pneus de motocicletas, identificados como o grupo “No grau” e relatou que o próprio já foi vitima desses infratores que ao serem criticados pela ação nas vias públicas, revoltaram-se e danificaram seu veículo. Ao final ele defendeu o papel do vereador de cobrar, denunciar e buscar estratégias para minimizar essa problemática.

O presidente Marcos Tourinho (PDT), falou sobre conversa que teve no período da manhã com o sub-Comandante Ronalt que o garantiu que será intensificada a fiscalização, baseada nos artigos 309 e 310 do código brasileiro.

Ao fazer uso da fala o vereador Júnior Santos (MDB), aproveitou para destacar a aprovação recente da Lei de Municipalização do Trânsito e da intensificação das blits que seriam iniciadas pelo Comando da Polícia Militar, onde serão apreendidas todas as motos sem placas - mesmo paradas, ou aquelas conduzidas por menores.Durante sua contribuição, o vereador Osmar Aguiar (PT), também fez uso da palavra e falou da importância da municipalização do Trânsito e de que obteve informações de que o governo está se organizando para a partir de janeiro/2020 iniciar o processo de efetivação da municipalização do trânsito. Lamentou as mortes, falou da importância de cada condutor também utilizar os recursos de segurança e enfatizoua importância da responsabilidade coletiva, mas sobretudo da individual.

O vereador Rafael Cruz (MDB), falou da revolta com os ocorridos, lamentou que com a intensificação das blits muitos pais de família serão penalizados, enquanto os “levantadores de pneus”, ficarão impunes com a corda quebrando para o lado mais fraco.

Em sua fala, o vereador Wilson Vaz (Avante) concordou com a fala do vereador Rafael Cruz e disse que não adianta a realização de blitz, sendo que as apreensões de motos beneficiam apenas o Governo do Estado, sendo que os infratores continuaram praticando manobras perigosas. Ele defendeu a realização das blitz, mas discordou da atual metodologia utilizada.

Mais em Trânsito


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!

Curta nossas páginas nas redes sociais
e compartilhe nosso trabalho

Câmara Municipal de Coelho Neto

CâMARA MUNICIPAL DE COELHO NETO

Rua Rio Branco, S\N \ Centro \ COELHO NETO - MA \ CEP: 650620000

CONTATO

9834731262