Segurança

Mohabe Branco faz relato de assalto e crescimento da violência desenfreada em Coelho Neto

O vereador Mohabe Branco (PSD), fez uso do Grande Expediente na Sessão Ordinária da última quinta (16), para tratar do crescimento desenfreado da violência em Coelho Neto.

Na oportunidade o vereador relatou um assalto a mão armada feito por um meliante a sua irmã na praça João Santos, reforçando que o sentimento de impunidade é tamanho, que os bandidos estão atuando sem qualquer pudor ou medo de serem pegos.

Ele aproveitou para citar o caso da atendente de farmácia que teria sido baleada e que segue em hospital tentando se recuperar, fato que aumentou a sensação de medo e que mostra que a violência tem crescido de forma assustadora.

O edil cobrou uma força-tarefa da polícia militar para que atuem de forma mais ostensiva. Falou da necessidade de aumento do contingente policial, cobrou a atuação da UTC e do aumento de viaturas para tentar barrar o aumento da criminalidade.

APARTES – Durante o discurso, o vereador teve seu discurso aparteado pelos vereadores Reginaldo Janse (MDB), Osmar Aguiar (PT), Junior Santos (MDB), Ricardo Chaves (Cidadania) e Rafael Cruz (MDB).

JANSE se solidarizou com a situação, reconheceu o problema que a cidade passa e lembrou as estatísticas: em 2004 a cidade tinha 2 delegados e 8 investigadores; em 2019 tem 01 delegado e 01 investigador, inviabilizando o trabalho da cidade e região. Ele defendeu uma ida a São Luís cobrar do secretário de Segurança Pública providencias para o setor. AGUIAR se mostrou solidário com o colega pelo caso ocorrido com sua irmã, destacou algumas particularidades da cidade citando o inchaço urbano causado pelo êxodo rural. SANTOS destacou o número elevado de roubos incluindo na zona rural,  importância de criar mecanismos como a Guarda Municipal para auxiliar a polícia militar no exercício de suas atividades, citando como bom exemplo o trabalho da corporação na vizinha cidade de Buriti. CHAVES se solidarizou com o colega e com a família da atendente baleada, repudiando a manifestação do prefeito de ameaça de processo após o desabafo desesperado de uma familiar após o ocorrido. Cobrou que antes de ir a São Luís cobrar do Governo do Estado, que a Prefeitura também desenvolva ações como o videomonitoramento e Guarda Municipal. CRUZ citou o aumento do desemprego e a saída dos país de família para trabalhar fora como um dos quesitos da criminalidade, haja visto que grande parte dos jovens que atuam no crime hoje ficaram sem a presença de seus pais há 14 anos por ocasião do início do fechamento da empresa do grupo João Santos e referendou a fala do colega Ricardo Chaves. Citou a recente ida a Brasília quando ouviu elogios, já que nessas visitas normalmente são feitas pelos prefeitos e ele teve que dizer que tinham que ir, porque o prefeito da cidade não ia.

Mais em Segurança


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!

Curta nossas páginas nas redes sociais
e compartilhe nosso trabalho

Câmara Municipal de Coelho Neto

CâMARA MUNICIPAL DE COELHO NETO

Rua Rio Branco, S\N \ Centro \ COELHO NETO - MA \ CEP: 650620000

CONTATO

9834731262